Radiografias Extrabucais

Técnica radiográfica Extrabucal, que avalia as relações dos elementos dentais com os maxilares, e dos maxilares com relação ao esqueleto facial, podendo assim avaliar os desvios de planos oclusais e alterações pertinentes à intervenção ortodôntica, ortopédica e cirúrgica.


Radiografia Panorâmica:

A radiografia panorâmica consiste em uma única incidência do complexo maxilomandibular. É uma das técnicas radiográficas mais solicitadas e difundidas em todas as especialidades da Odontologia. A visualização de todos os elementos dentais e suas estruturas anatômicas é de fácil compreensão para o Cirurgião-Dentista além da baixa dose de radiação emitida.

Principais indicações:
 

  • Pacientes com Trismo e impossibilidade de abrir a boca;
  • Crianças: Técnica Extrabucal (menor incômodo) e rápida;
  • Avaliação ortodôntica, para conhecer o estado da dentição e a presença/ausência de elementos dentais;
  • Avaliar lesões ósseas ou elementos dentais não-erupcionados, que não são observados nas radiografias periapicais;
  • Previamente a uma cirurgia bucomaxilofacial;
  • Como parte da avaliação do suporte ósseo periodontal;
  • Avaliação dos terceiros molares, para o estudo da necessidade ou não de sua remoção;
  • Avaliação de fraturas;
  • Avaliação de lesões no seio maxilar; 
  • Avaliação de lesões destrutivas das superfícies articulares da ATM;
  • Planejamento pré-operatório;
  • É utilizado também para verificar anomalias dentais, patologias, anatomia, entre outros.


DESENVOLVIMENRO DENTÁRIO (DENTIÇÃO MISTA)
 

Clique em exibir as imagens para ver

 DENTES RETIDOS E RESTOS RADICULARES 
 

Clique em exibir as imagens para ver

DETERMINAÇÃO DE EXTENSÃO DE PATOLOGIAS 
 

Clique em exibir as imagens para ver

Clique em exibir as imagens para ver

ANOMALIAS DENTÁRIAS
 

Clique em exibir as imagens para ver

TRAUMATISMOS/FRATURAS
 

Clique em exibir as imagens para ver

TRAUMATISMOS/FRATURAS - ACOMPANHAMENTO PÓS-CIRÚRGICO
 

Clique em exibir as imagens para ver

Vantagens:

  • Baixa dose de radiação ao paciente;
  • Ampla visualização de ambas arcadas e estruturas anexas e relacionadas;
  • Aquisição rápida (de 14 a 17 segundos de exposição);
  • Não gera incômodos como as técnicas intrabucais;
  • Fácil execução e interpretação.

Telerradiografia Lateral:

Técnica Radiográfica Extrabucal, que avalia as relações dos elementos dentais com os maxilares, e dos maxilares com relação ao esqueleto facial, podendo assim avaliar os desvios de planos oclusais e alterações pertinentes à intervenção ortodôntica, ortopédica e cirúrgica. A Telerradiografia Lateral é uma radiografia do crânio padronizada e reproduzível. A padronização é essencial para o desenvolvimento da cefalometria.

O principal valor dessas radiografias é o monitoramento do progresso de um tratamento, por meio da realização de traçados cefalométricos.

Principais indicações:
 

1. Na Ortodontia:

  • Diagnostico inicial - confirmação de anormalidades esqueléticas e/ou de tecidos moles;
  • Plano de tratamento;
  • Monitoramento do progresso do tratamento; 
  • Apreciação dos resultados alcançados.

2. Cirurgia Ortognática:

  • Avaliação pré-operatória dos padrões esqueléticos e de tecido mole;
  • Auxilio ao plano de tratamento;
  • Avaliação pós-operatória.

Traçado Cefalométrico: Este produz uma representação esquemática de pontos anatômicos ou pontos de referência evidentes em uma radiografia lateral de crânio. Esses pontos são marcados digitalmente. O método permite a realização de mensurações precisas. Clique aqui para ver o traçado.

Clique em exibir as imagens para ver

PA Frontal (Póstero-Anterior):

Técnica Radiográfica Extrabucal, indicada para avaliar os seios da face e as assimetrias faciais presentes, planejamento cirúrgico, avaliação de fraturas.

 Clique em exibir as imagens para ver

 

CARPAL:

Técnica Radiográfica Extrabucal, executada na região de mão e punho que auxilia o Cirurgião-Dentista a avaliar o crescimento ósseo do paciente com relação à idade cronológica do mesmo.

Clique em exibir as imagens para ver

ARTICULAÇÃO TEMPORO MANDIBULAR (ATM):

Técnica executada em aparelho radiográfico extrabucal, em uma visão lateral da ATM com boca fechada e em abertura máxima, utilizada para melhor avaliação dos contornos anatômicos (cabeça da mandíbula, eminência articular, fossa mandibular) e dinâmica articular (posicionamento das cabeças da mandíbula com relação à fossa mandibular e eminência articular).

Clique em exibir as imagens para ver

« Voltar